Arapongas, também grande produtor de doces

Arapongas tem a fama (são só a fama) de sediar o segundo maior parque moveleiro do Brasil, com fábricas que ultrapassam suas divisas territoriais, enriquecendo parques fabris de Sabáudia, Astorga, Apucarana, Pitangueiras.

A conhecida “Cidade dos Pássaros” é muito forte, também, em 2 outros setores: o de comércio atacadista de gêneros alimentícios, com importantes empresas que distribuem para todo o Brasil e o de fabricação de doces.

São muitas as empresas que produzem ali balas, biscoitos, waffers, doces, pirulitos. As maiores são a Prodasa, que foi a primeira a se instalar no Parque Industrial da cidade, no dia 24 de maio de 1969 e a Pennacchi Industrial, uma das empresas do Grupo Pennacchi, distribuidora de alimentos fundada em meados de 1970.

As fábricas araponguenses de doces costumam fornecer seus produtos nas muitas festas juninas do Nordeste. Vão para lá paçocas, cocadas, doces de abóbora, pés-de-moleque, doces de leite, Maria Mole.

Além de Prodasa e Pennacchi, outras marcas são Baronesa, Doceara, Tradição, Katiane, Tatitania, Aragel.  

Please complete the required fields.
Digite seu nome, e-mail e a informação abaixo.