Professora de Londrina cria álbum de figurinhas com alunos inspirado no da Copa

Professora de Londrina cria álbum de figurinhas com alunos inspirado no da Copa
Foto: Divulgação

(Texto: Débora Mantovani, sob supervisão dos jornalistas do Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina)

A professora Patrícia de Cassia Delfino Cano, que leciona na Escola Municipal Roberto Alves Lima Júnior, localizada no Residencial Acquaville, região leste de Londrina, iniciou na última segunda-feira (29) o projeto “Craques da Escola”. A iniciativa busca adaptar o interesse das crianças no álbum da Copa do Mundo de futebol para incentivar a leitura. A educadora criou um álbum, inspirado no da Copa do Qatar 2022, para ser preenchido com figurinhas que estampam os rostos dos alunos do 5º ano matutino desta unidade escolar e também dos jogadores da Seleção Brasileira. Os alunos que completarem as leituras e atividades propostas para a semana ganham sete figurinhas nas segundas-feiras para colar no álbum.

Delfino contou que a ideia para o projeto foi inspirada na iniciativa de uma professora de Santa Catarina, Vilma Ribeiro, que ela segue nas redes sociais. “Ela postou nos stories o álbum que fez com a turma dela, para um projeto voltado à Matemática. Achei muito interessante, entrei em contato e ela me deu abertura para usar o layout que ela fez e adaptar o projeto para a disciplina de Língua Portuguesa”, revelou.

A professora apontou que a escola carecia de um projeto específico voltado à leitura. “Hoje em dia, o mundo está tão digital, as crianças acabam passando muito tempo no celular e computador. Por isso, estimular a leitura é tão importante, e associar a leitura às coisas pelas quais eles têm interesse e que estão em alta no momento ajuda muito a incentivar a prática”, disse.

Toda quinta-feira, os alunos recebem um texto explicativo sobre cada país que estará competindo na Copa, e atividades para fazer em casa relacionadas à cultura, culinária, personalidades importantes e costumes do país. “Eles levam o texto para ler para a família, o que também é importante, pois promove uma aproximação e interação com os familiares”, avaliou. A professora comentou que o país estudado nesta semana foi o Japão.

“Eu coloquei fotos dos alunos nas figurinhas e imprimi, e a cada segunda-feira eles vão receber um pacotinho com cinco figurinhas deles e duas dos jogadores da Seleção Brasileira”, explicou a professora. O álbum conta também com desenhos do jogador Neymar e uma página com um desenho do mascote da Copa 2022 para ser colorido.

A primeira distribuição dos pacotinhos foi nesta segunda-feira, e a animação da turma foi grande. “Alguns deles nem dormiram direito na noite de domingo, de tão ansiosos que estavam para receber as primeiras figurinhas. Tem sido algo muito positivo, eles estão super animados, se envolveram bastante com as atividades. Não faltou ninguém nesta segunda”, comemorou a professora.

Ela contou que as famílias dos alunos da turma também têm sido muito participativas, e abraçaram a ideia do álbum. “Eles me relataram que tiveram momentos muito bons juntos fazendo as atividades”, afirmou.

Demais turmas – O diretor da escola, Amauri Cardoso, contou que a recepção do projeto foi tão boa que a equipe decidiu aplicar o álbum em todas as 18 turmas. “A professora Patrícia apresentou a proposta para a equipe gestora, e agora estamos imprimindo e confeccionando as figurinhas para todas as turmas, para que todas possam participar. Já estamos fazendo para os terceiros e quartos anos, e até para o P5, com crianças menores”, explicou.

Cada turma terá um álbum diferente, com espaços para os integrantes daquela turma em específico, e cada aluno receberá a própria cópia. “Percebemos também a importância de fazer figurinhas das zeladoras, cozinheiras, dos professores e de toda a equipe gestora também, pois eles fazem parte dos ‘Craques da Turma’”, destacou o diretor. Os álbuns que estão em processo de confecção contarão com espaços para esses profissionais também.

A iniciativa será adaptada em cada turma para disciplinas diferentes. “Algumas turmas irão trabalhar mais os aspectos geográficos dos países, outras, os aspectos culturais, religiões, linguagens, ciências, história, matemática, cada uma com atividades voltadas a uma disciplina”, explicou. Da mesma forma que no quinto ano, os alunos deverão completar as tarefas propostas na semana para receber o pacote de figurinhas às segundas-feiras.

O projeto terá a duração de três meses, e culminará na Festa das Nações que a escola promove em novembro, quando cada turma irá apresentar sobre os temas trabalhados com relação aos países da Copa.

Além da Festa, as escolas municipais participam também do Londrina Mais, em outubro, e lá, cada turma irá expor as informações sobre os países que estudaram. “Como são 18 turmas, provavelmente não será só um país para cada. Ainda estamos formulando a estratégia das apresentações, talvez cada turma apresente sobre um continente ou uma região do mundo, para poder abordar todos os países”, informou o diretor.

Please complete the required fields.
Digite seu nome, e-mail e a informação abaixo.