Tunas do Paraná. Tunas por causa das famosas pedras

APÓS A TEMPESTADE DO CORONAVÍRUS, UM ARCO-ÍRIS COM POTES DE OURO

Verde Tunas, Amarelo Verde Tunas, Branco Tunas. São nomes de pedras, cujos afloramentos existem em abundância em Tunas do Paraná. O nome do município foi originado por esse minério que os geólogos dizem ser sienito, uma rocha vulcânica, extrusiva escura, de textura homogênea e fina, menos fraturada do que o granito. Antes, o povoado, na Bacia do Ribeira, de topografia montanhosa, era chamado de Pedra Preta (também por causa do Tunas).

O jornalista Victor Grein Neto lembra-se da luta do então vereador (por Bocaiúva do Sul, município ao qual a hoje Tunas do Paraná pertencia) Ademar Moacir Cordeiro em prol da emancipação política e administrativa da localidade. Com o apoio do então deputado estadual Anibal Curi, ele percorria as emissoras de rádio e televisão e os jornais para que isso ocorresse. Sempre com uma pasta na mão, com textos e fotos.

Pois houve o plebiscito, em 1991 e a população decidiu mesmo pela separação de Bocaiuva do Sul, fato ocorrido pela lei 9.236, de abril de 1990. Ademar, como candidato único, foi sufragado como primeiro prefeito, com mandato iniciado em 1993.

Lembro-me das grandes dificuldades que ele enfrentou, pois a localidade não tinha nenhuma estrutura, a prefeitura sem local para funcionar, sem móveis, sem equipamentos.

Economia

A economia municipal é marcadamente extrativista, tendo grande destaque as atividades de reflorestamento, corte e beneficiamento de madeira (especialmente pinus e eucaliptos), e a extração de mármores e granitos. São expressivas as criações de galinhas e a produção de mel de abelha.

O município tem uma extensão de 672 km2. O relevo é ondulado e montanhoso, na maior parte sobre complexos metamórficos (Açungui e Setuva). O território apresenta potencial para água mineral (rochas carbonáticas) e para minerais metálicos nas litologias da Formação Perau.

Please complete the required fields.
Digite seu nome, e-mail e a informação abaixo.